Cigás preza pela Segurança do serviço oferecido


A Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) esclarece que o gás utilizado no condomínio Verona, onde lamentavelmente ocorreu um acidente, nesta quarta-feira (24), não é fornecido pela concessionária, uma vez que o referido residencial não integra a carta de unidades consumidoras contratadas pela Cigás.

A concessionária ratifica que zela pela segurança de funcionários, clientes e da população em geral. Para tanto, o serviço essencial prestado de distribuição de gás natural (GN) baseia-se em normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) - NBR’s 15.526 e 15.923, para a instalação de novas redes de distribuição e o aproveitamento da rede existente dos clientes residenciais. Essas normas estabelecem os requisitos mínimos exigíveis para o projeto, execução e inspeção de redes de distribuição interna para gases combustíveis e para a instalação de aparelhos a gás em áreas residenciais.

É importante destacar ainda que, antes de iniciar o fornecimento de gás natural a clientes, a Companhia realiza detalhada inspeção da rede existente de modo a verificar se a mesma está apta, conforme as exigências das referidas normas. Caso haja não conformidades impeditivas, a Cigás soluciona antes de iniciar o fornecimento do gás natural (GN). Dentre os requisitos citados nas normas, estão: dispositivos de segurança, ensaio de estanqueidade e ventilação de ambiente.

Os dispositivos de segurança devem ser utilizados de forma a garantir integridade e segurança na operação da rede de distribuição interna. A Companhia de Gás do Amazonas utiliza válvulas de bloqueio automático de acionamento por sobrepressão e excesso de fluxo e válvulas de acionamento manual como dispositivos de segurança. Tais dispositivos permitem que, em casos de vazamento, o fluxo do gás seja bloqueado rapidamente.

O ensaio de estanqueidade é realizado para detectar possíveis vazamentos e verificar a resistência da rede a pressões de operação. Após a execução do ensaio de estanqueidade, ocorre a emissão de laudo técnico ou documento equivalente correspondente elaborado por profissional habilitado. O teste de estanqueidade da rede existente também é sempre realizado pela Cigás antes de iniciar qualquer atividade junto ao cliente.


Ademais, a ventilação de ambiente é outro item importante estabelecido nas normas e é praticado pela Cigás, visto que prevê a necessidade de instalação de sistemas que possibilitam o escoamento do gás, em casos de vazamento, para o ambiente externo à edificação, evitando o acúmulo do combustível nas instalações residenciais e consequentemente, evitando acidentes.


Faz-se necessário esclarecer, ainda, que o gás natural é mais leve que o ar e se dissipa rapidamente em casos de vazamento, o que faz reduzir significativamente riscos.