top of page

Companhia contribui para fortalecer representatividade feminina no mercado de gás natural

Atualmente, a Cigás conta com 51% da participação feminina em suas atividades



A Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) tem avançado no compromisso e reconhecimento da participação feminina no mercado de trabalho. Atualmente, a Cigás conta com 51%de sua força total de trabalho por colaboradas que desempenham funções importantes em todas as etapas do processo de fornecimento do gás natural (GN).


A gerente de Mercado, Regulação e Tarifa, Raquel Caldas, é um exemplo de mulher que inspira. Ela esteve presente na Conferência Amazonas Óleo, Gás e Energia, ocorrida no dia 08 de março, participando da mesa-redonda com o tema “Liderança Feminina”, na qual destacou sua trajetória de vida e suas referências, além de mencionar conquistas da Cigás no âmbito da igualdade de gênero, como por exemplo, o alcance da marca de 51% no número de colaboradoras mulheres na força de trabalho da concessionária. No mesmo evento, a Gerente também esteve presente no painel “Produção, Transporte e Distribuição de Gás Natural no Amazonas”, apresentando os principais aspectos da atividade da Cigás, avanços e perspectivas na distribuição dos serviços locais de gás canalizado.


Assim como Raquel, a Engenheira Eletricista pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), com MBA em Gestão de Manutenção e Gestão de Projetos pelo Instituto de Pós-Graduação (IPOG), Viviane Almeida, relata sobre os processos e experiências adquiridas ao longo dos últimos 13 anos. Sua trajetória profissional teve início em 2012 na Cigás, quando a Companhia iniciava o processo de contratação para atendimento aos primeiros clientes industriais, o que a fez sentir-se desafiada a desenvolver outras habilidades além da sua área de formação. “A Companhia tem sido um pilar essencial no meu crescimento profissional, proporcionando uma série de oportunidades de capacitação e aprendizado tanto dentro quanto fora da minha área de atuação", destaca Viviane.


Atualmente, ocupando o cargo de supervisora de Elétrica, Viviane relembra os desafios iniciais quando a presença feminina era escassa e a mão de obra especializada era limitada. "Apesar dos obstáculos, sempre contei com o apoio e encorajamento dos meus colegas de trabalho, que desempenharam um papel fundamental no meu desenvolvimento profissional", enfatiza Viviane, evidenciando a importância do apoio mútuo no ambiente de trabalho.



Outro exemplo de mulher que inspira é a colaborada Caroline Sousa, que relata sua trajetória na Companhia de muitas conquistas e aprendizados.

Formada em Engenharia de Petróleo e Gás pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Caroline Sousa, começou a sua trajetória na Cigás em 2021, quando passou no processo seletivo para participar do Programa de Estágio na Companhia. “Logo que iniciei, como estagiária na Cigás, tive a felicidade de trabalhar com profissionais excepcionais que, além de todo o suporte, me apresentaram o universo que é a metrologia, mas especificamente, a medição de gás natural”, recorda a colaboradora Caroline.


Após um ano como estagiária, em janeiro de 2023, Caroline foi efetivada como assistente de Metrologia e, em abril do mesmo ano, foi promovida à analista de Metrologia, desenvolvendo várias atividades técnicas. “ Como analista da Companhia, as minhas responsabilidades são o cumprimento de adequar os planos metrológicos do sistema de medição de vazão, planejamento de manutenções preventivas e corretivas, acompanhamento de processos administrativos e auditorias, controle de ativos e a geração de relatórios”, explica.

 

Em um cenário de mercado mais técnico, a analista relata que, apesar dos desafios por ser mulher, trabalhando na área de operações, sente-se realizada com todo processo de sua evolução. “É um desafio diário, mas muito recompensador. Meu objetivo é evoluir um pouco todos os dias, crescer como profissional e ajudar toda minha equipe”, destaca.

Comments


bottom of page