Companhia ultrapassa 6 mil unidades consumidoras

Atualizado: 30 de ago. de 2021


Concessionária do serviço público de distribuição e comercialização de gás natural (GN) no Amazonas, a Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) ultrapassou a marca de 6 mil unidades consumidoras. A crescente demanda pelo combustível no mercado local é reflexo da economia proporcionada pelo gás natural e da qualidade do serviço prestado pela Companhia.


Atualmente, a concessionária conta com mais de 6 mil unidades consumidoras contratadas. Até o fim do ano passado, este número era de 4,5 mil. São usuários dos segmentos Termelétrico, Industrial, Comercial, Veicular e Residencial. Empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM), grandes shoppings, restaurantes, academias, lavanderias e supermercados estão entre os beneficiados com o GN da Cigás principalmente pela economia proporcionada.


A crescente demanda por gás natural no mercado local é reflexo da eficácia do desempenho operacional da Companhia. Este aspecto pode ser comprovado pelos resultados obtidos na última pesquisa de avaliação dos serviços da concessionária, constatando que 93% dos clientes indicam a Cigás. “Partimos da análise da necessidade do demandante para posteriormente, propor a melhor solução e assim, atuar na oferta de serviço de alta qualidade com foco em nosso cliente”, explica o diretor Técnico-comercial da Cigás, Clovis Correia Junior, ao tratar sobre a dinâmica de atuação da concessionária.

Vantagens adicionais – Outro benefício proporcionado pelo consumo do gás natural é o ambiental. A adesão ao GN, em Manaus, representou redução de 73% na poluição provocada pela queima de combustíveis líquidos e de 55% na emissão de gases de efeito estufa (metano e dióxido de carbono). Esses dados foram comprovados por meio de pesquisa produzida, em 2017, pela Green Ocean Amazon.

Também se deve destacar a mudança da matriz de geração de energia elétrica. Grande parcela da energia elétrica consumida em Manaus é produzida por usinas termelétricas movidas a gás natural, distribuído pela Cigás. No interior do estado, os municípios de Anamã, Anori, Caapiranga, Codajás e Coari contam com energia elétrica gerada a partir do GN.

“Como prestadora de serviço público, a Cigás está cada vez mais comprometida em ampliar as alternativas de consumo de gás natural para o maior número possível de usuários com tratamento isonômico e modicidade tarifária”, destaca o diretor-presidente da Cigás, René Levy Aguiar.


*Fonte original de divulgação da matéria: Cigás Informa