top of page

Consumo de gás natural atinge recorde no segmento comercial em fevereiro

Em comparação com o mesmo mês do ano anterior, o crescimento foi de 37%

Foto:Divulgação/Cigás e Antonio Lima/Secom


Demanda de empreendimentos comerciais por gás natural (GN) atingiu recorde mensal em fevereiro. No mês, o consumo diário registrado por usuários deste segmento chegou a 7 mil metros cúbicos (m³). Os dados são da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás).

 

No segundo mês do ano, o consumo médio do combustível foi 37% superior em relação a fevereiro de 2023. A Companhia atribui essa variação ao avanço da extensão da rede de gás canalizado em 42 quilômetros, somente no ano passado, o que propiciou o aumento do número de usuários deste segmento no período, passando de 213 para 254 unidades consumidoras (UC´s).

 

Esse crescimento do número de consumidores que se beneficiam da eficiência dessa fonte de energia é impulsionado pela economia proporcionada pelo combustível. 

 

 Levantamento baseado em pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), de março deste ano, indica que a economia dos usuários de GN no segmento comercial está em torno de 50% quando comparado com o gás liquefeito de petróleo (GLP). Esse dado é reforçado por análise recente feita pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), indicando que o Amazonas possui a tarifa de gás natural mais baixa do País nos segmentos industrial e comercial.

 

Supermercados, restaurantes, hotéis, lavanderias, academias, os principais shoppings de Manaus e o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz estão entre os usuários de gás natural neste segmento.  Nesses empreendimentos, o combustível é utilizado, por exemplo, no aquecimento de fornos e fogões para preparação de alimentos, na climatização de ambientes e em máquinas de secar e de passar roupas de cama, mesa e banho. Portanto, essa variação de aplicação também reforça a onda de crescimento do consumo de gás natural por empreendimentos comerciais, com alto nível de aprovação.

Conforme o empresário Jander Rozendo, proprietário da lavanderia Lavadeira, onde o combustível é utilizado no aquecimento da secadora e da calandra (máquina que serve para passar tecidos), o gás natural é vantajoso. “A economia é fundamental, de 50%, 60% no mês. Hoje, se a gente fosse fazer uma escala de 0 a 10, a gente está na escala 10 (de satisfação)”, destaca.


O diretor-presidente da Cigás, Heraldo Câmara, afirma que a Companhia tem ampliado os investimentos na rede canalizada de gás natural, propiciando as condições de infraestrutura necessárias para o aumento da demanda pelo combustível nos diversos segmentos, com destaque para o comercial que atingiu esse recorde e onde hoje temos empreendimentos de diferentes ramos de atividades.


Segundo ele, o gás natural tem feito a diferença no dia a dia de empreendedores ao proporcionar redução de custos e com isso, contribui para a expansão desses empreendimentos tão relevantes para a nossa economia.


Áudio Diretor-presidente da Cigás - Heraldo Câmara

Demais segmentos

 

Outro segmento que obteve destaque foi o residencial. Foram comercializados em média 4,6 mil metros cúbicos de gás natural por dia, contra 2,4 mil no mesmo mês de 2023, aumento de 90%. Os usuários residenciais chegam a 17.965, sendo estes de conjuntos habitacionais.

 

No caso do industrial, o volume demandado foi de 180 mil m³/d (em média), variação de 3% no comparativo com fevereiro do ano anterior. Este segmento conta com 72 indústrias do Polo Industrial de Manaus (PIM) de subsetores, como eletroeletrônico, duas rodas, papel e papelão e químico. Os segmentos termelétrico, veicular e autogeração/liquefação registraram consumo médio de 4,3 milhões de m³/d; 23,6 mil de m³/d e 633,3 mil de m³/d, respectivamente.

 

Benefícios de uso do gás natural

 

 A utilização do gás natural proporciona uma série de benefícios aos usuários. A economia em comparação com outros combustíveis é um deles. Além disso, tem-se o fornecimento contínuo feito por meio de rede de gasoduto subterrânea, a maior segurança e o pagamento pós-consumo.

 

Outro benefício é o ambiental. A adesão ao GN, em Manaus, representou redução de 73% na poluição provocada pela queima de combustíveis líquidos e de 55% na emissão de gases de efeito estufa (metano e dióxido de carbono). Esses dados foram comprovados por meio de pesquisa produzida, há alguns anos, pela Green Ocean Amazon.

 

Deve-se destacar ainda que a cadeia do gás natural tem sido mola propulsora para o desenvolvimento socioeconômico do Amazonas por meio da arrecadação de tributos estaduais. Este recurso pode ser utilizado em áreas prioritárias, como Educação, Saúde e Segurança.

 

Visita técnica

 

A Cigás dispõe de equipe especializada para realização de visita técnica com o objetivo de esclarecer sobre as qualidades e benefícios do gás natural, bem como realizar levantamento de dados, avaliar infraestrutura e apresentar soluções adequadas às necessidades específicas de cada demandante. Basta entrar em contato pelo (92) 98434-5286 (aplicativo de mensagem).

 

Comments


bottom of page